19 junho 2024

Projeto sobre Mercado de Carbono deve atender as necessidades e expectativas dos povos da Amazônia, afirma Socorro Neri

Assessoria

Date:

A deputada Socorro Neri(PP) ,juntamente com os deputados Nilto Tatto(pres. da Frente Parlamentar Ambientalista)Airton Faleiro (coordenador do Fórum Nacional em Defesa da Amazônia),Sidney Leite((relator da Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas)reuniu-se em seu gabinete ,em Brasília, nesta terça-feira(19),com o deputado Aliel Machado, relator do Projeto de lei n° 2148 que institui o Sistema de Brasileiro de Comércio de Emissões de Gases de Efeito Estufa(SBCE),mais conhecido como Mercado de Carbono.Em pauta, o aprimoramento do projeto através de sugestões de emendas.

Segundo a deputada, as sugestões buscaram, acima de tudo, assegurar que o projeto venha a contemplar de forma equilibrada e justa os legítimos interesses dos estados da Amazônia considerando as especificidades e a importância estratégica da região para a biodiversidade e o equilíbrio ecológico mundial. “As propostas apresentadas simbolizam demandas de vários representantes da sociedade da sociedade civil e seus mais legítimos interesses e expectativas”, assegurou Neri.

Compromisso

Como presidente da Frente Parlamentar Mista da Transição Justa, a deputada reiterou ao relator do projeto seu compromisso com políticas que garantam uma transição sustentável, respeitando o meio ambiente e as necessidades das comunidades locais, contribuindo para um futuro mais justo e equitativo.

A representante acreana reafirmou seu objetivo de buscar que o texto do projeto de lei responda o compromisso assumido pelo Brasil em relação ao enfrentamento das emergências climáticas, sem esquecer ,no entanto, os interesses das comunidades e povos originários dos estados da Amazônia . Neste sentido, Neri reafirmou no final da reunião: ”É fundamental que nossas contribuições para aprimoramento da proposta atendam não apenas os interesses nacionais ,mas também às peculiaridades regionais e as necessidades e exigências dos povos da região”

Últimas