23 julho 2024

Polícia Civil prende três pessoas por envolvimento em crimes de estupro, estelionato e organização criminosa

Assessoria

Date:

Na última quinta-feira, 30, a Polícia Civil do Acre (PCAC), por meio do Núcleo Especializado de Capturas e Departamento de Polícia da Capital e Interior (DPCI), realizou uma operação que resultou no cumprimento de três mandados de prisão. As detenções estão relacionadas a crimes de integrar organização criminosa, estupro e estelionato.

A ação policial, liderada pelo Delegado de Polícia Pedro Paulo Buzolin, culminou nas prisões de três indivíduos: G.D.S, conhecido como “Governador” (37 anos), F.F.M.N (53 anos) e C.C.D.O (34 anos).

A primeira prisão ocorreu no Bairro Cidade do Povo, onde G.D.S foi capturado. Ele é apontado como uma figura proeminente dentro de uma organização criminosa e um dos principais articuladores do homicídio do Policial Penal Anderson Albuquerque, ocorrido em 2015. As investigações foram conduzidas pelo GAECO, do Ministério Público do Acre.

A segunda prisão, de F.F.M.N, teve lugar no Bairro Manoel Julião. Um mandado de prisão definitiva, expedido pela 4ª Vara Criminal de Rio Branco, foi executado. O réu foi condenado a sete anos de reclusão em regime fechado por estupro, conforme decisão judicial que descreve a coação da vítima por meio de violência e grave ameaça, com o agressor se fazendo passar por servidor do Conselho Tutelar.

O terceiro mandado de prisão foi cumprido em desfavor de C.C.D.O, proprietária de uma agência de viagens e turismo em Rio Branco. Ela é acusada de estelionato, conforme o artigo 171 do Código Penal, com detalhes da investigação mantidos em segredo de justiça. A empresária foi localizada nas proximidades do estacionamento de uma academia e encaminhada para a Delegacia de Flagrantes para os procedimentos judiciais cabíveis.

Últimas