17 julho 2024

Matador do B13 é perseguido e executado a tiros por rivais em Rio Branco; outra pessoa fica ferida

Redação

Date:

Mauri Sérgio Silva dos Santos, de 35 anos, vulgo “Kamiranga”, foi morto com vários disparos de arma de fogo e Daniel Santos, vulgo “Pira”, 24, ficou gravemente ferido na noite desta quinta-feira (7), na rua Nossa Senhora da Conceição, conhecido popularmente como Rabo da Besta, no bairro Quinze, na região do Segundo

Distrito de Rio Branco.

Segundo informações da polícia, Mauri Sérgio e Daniel trafegavam no sentido centro-bairro em uma motocicleta modelo factor de cor vermelha e placa QLX-7D26, quando acabaram sendo perseguidos por criminosos que estavam fortemente armados em um carro modelo Corolla de cor prata.

Ao perceber que estavam sendo perseguidos, Kamiranga e Pira ainda tentaram fugir, mas acabaram perdendo o controle em uma curva e colidiram contra um estabelecimento comercial. Após cair, Kamiranga foi executado com vários tiros, principalmente na cabeça. Já Daniel foi ferido por alguns tiros nas costas e no peito.

Após a ação, os assassinos fugiram do local.

Populares ainda ajudaram as vítimas e ligaram para a polícia e uma ambulância. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) enviou duas ambulâncias, sendo uma de suporte básica e outra de suporte avançado, para dar os primeiros atendimentos às vítimas. Daniel foi socorrido com vida e encaminhado para o pronto-socorro de Rio Branco em estado de saúde grave. Os paramédicos também atestaram a morte de Mauri Sérgio.

Ainda segundo informações da polícia, Kamiranga é matador do Bonde dos 13 e seria o principal alvo de uma facção criminosa rival. Segundo moradores, no momento do ocorrido, foi possível ouvir um rajada disparos de submetralhadora e pelo menos 30 cápsulas foram encontradas no local.

A motivação do crime é mais um capítulo da guerra entre facções criminosas. Agentes de Polícia Civil da Equipe de Pronto Emprego (EPE) colheram as primeiras informações e o caso será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Foto e texto: Na Hora da Notícia

Últimas