21 junho 2024

Ex-deputada federal Mara Rocha acusa Sérgio Moro de traição: ‘está no DNA dele’

Redação Folha do Acre

Date:

A ex-deputada federal Mara Rocha (sem partido) ficou nada contente com o possível voto favorável do senador Sérgio Moro (União-PR) à indicação de Flávio Dino para o Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quarta-feira, 13. Em seu perfil no Instagram, ela disse que o ex-juiz traiu o povo.

“A traição está no DNA. Traiu o então presidente Bolsonaro, traiu o partido Podemos e agora traiu o povo brasileiro”, escreveu a ex-parlamentar, que, no último final de semana, participou, em Brasília, da manifestação pouco expressiva contra a indicação de Dino para a suprema corte.

Instantes após a votação que garantiu a Dino uma cadeira no STF, um fotógrafo do Estadão conseguiu flagrar mensagens enviadas a Moro por um assessor. O contato, salvo no celular do parlamentar como “Mestrão”, alerta o ex-juiz sobre a possível repercussão negativa de um voto a favor de Dino.

Leia as mensagens:

Mestrão: “Sérgio, o coro está comendo aqui nas redes, mas fica frio que jaja passa, só não pode ter vídeo de você falando que votou a favor, se não isso vai ficar a vida inteira rodando”.

Mestrão: “Estou de plantão aqui, qualquer coisa só acionar”.

Moro: “Blz. Vou manter meu voto secreto, eh um instrumento de proteção contra retaliação”.

A conversa levou muitos apoiadores a acreditarem que Moro apoiou Dino. Após o vazamento, o senador foi duramente criticado, nas redes sociais, por eleitores de direita.

Antes da votação, uma foto descontraída de Moro com o agora novo ministro do STF já havia incomodado os militantes. O ex-ministro de Bolsonaro não negou ter votado em Dino e, em nota de esclarecimento, reforçou que a escolha é secreta.

Fonte: A Gazeta do Acre

Últimas