24 fevereiro 2024

Emenda de Ulysses garante tecnologia de ponta para combater o crime no Acre

Assessoria

Date:

Recursos da ordem de R$ 1,8 mi serão utilizados para instalar 12 totens monitorados em Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Sena Madureira, Epitaciolândia e Brasiléia. A tecnologia utilizada em várias cidades brasileiras ajuda a coibir e a solucionar crimes urbanos como roubos e furtos

Utilizados em 12 municípios de cinco Estados brasileiros, os totens monitorados serão as novas armas da Segurança Pública do Acre no próximo ano para combater as ações de grupos criminosos locais. A tecnologia será implantada inicialmente em cinco cidades acreanas – Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Sena Madureira, Epitaciolândia e Brasiléia – através de emenda do deputado federal Coronel Ulysses (União/AC) no valor de R$ 1,8 milhão. Os recursos foram incluídos no Orçamento da União de 2024. A ação é uma das estratégias do mandato de Ulysses para modernizar o sistema público de segurança. Ao total, serão instalados 12 totens na capital e mais quatro municípios do Estado.

Os totens monitorados constituem alternativa eficaz aos módulos policiais tradicionais para flagrar a ação de criminosos. Em Porto Velho (RO) onde foram instalados a partir de maio os resultados são animadores. Em três meses de execução, os totens – batizados por lá de Sistema Interativo de Segurança – propiciaram uma queda exponencial nas ocorrências de roubos (34%) e de furtos (19%) em pontos estratégicos na capital de Rondônia.

“A tecnologia é forte aliada da segurança e, bem utilizada, contribui para reduzir os índices de criminalidade”, pontua Ulysses. Em recente missão oficial aos Estados Unidos, onde representou a Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, da qual é vice-presidente, o deputado Coronel Ulysses conheceu diversas tecnologias inteligentes utilizadas pelas policias norte-americana no enfrentamento a grupos criminosos. De acordo com Ulysses, se o governo brasileiro tivesse boa vontade muitas das tecnologias usadas nos EUA já estariam implantadas em território brasileiro. “Mas, infelizmente, o atual ministro da Justiça [Flávio Dino] faz apenas lacração, enquanto a bandidagem age à vontade”, observou Ulysses.

Ao se referir à tecnologia a ser implantada no Acre, Ulysses destaca: “esses totens de monitoramento proporcionam mais segurança nos locais onde estão instalados”. Tudo porque, diz ele, “os equipamentos são estratégicos para coibir e solucionar os crimes urbanos”. A proposta de Ulysses é levar a tecnologia aos demais municípios do Acre. “No Congresso, vou trabalhar, com fiz desde o primeiro dia de mandato, para que a Segurança Pública disponha de meios tecnológicos e a estrutura necessários para combater sempre com mais eficiência as facções criminosas”, acrescentou Coronel Ulysses.

Monitoramento simultâneo das ocorrências

Os totens a serem adquiridos com recursos da emenda de Ulysses possuem um conjunto de câmara de alta precisão. Assim, é possível monitorar cada localidade num ângulo de 360 graus de forma simultânea. O equipamento a ser usado nos cinco municípios do Acre possuem zoom para a aproximação de verificação das ocorrências, além de um canal de comunicação direto com as forças policiais.

Ulysses ainda explica que o projeto é focado na prevenção e traz um ganho neste sentido. Por ser um totem vertical, ele tem maior visibilidade e, e assim, transmite mais sensação de segurança. Além disso, o monitoramento contínuo por meio do totem permite que os policiais façam as rondas ostensivas mais eficientes nas áreas de maior atação de criminosos.Os equipamentos contam também com um sistema de giroflex para alertas instantâneos e podem ser programados para repassar mensagens à população. Esses totens se constituem, na verdade, em verdadeiros postos de policiamento eletrônico e surgiram para substituir os módulos tradicionais. Através deles não é necessário se manter guarda permanente em lugares de maior ação criminosa. Devido a esse fato, a atuação das forças policiais é otimizada e produz melhores resultados, a exemplo do que já ocorrem em Porto Velho e nas demais cidades onde foram instalados.

Atualmente, os totens estão presentes nas cidades de Balneário Camboriú (SC), Saudade do Iguaçu (PR), Ponta Grossa (PR), São José dos Pinhais (PR), Cotia (SP), Artur Nogueira (SP), Santa Bárbara D’Oeste (SP), Três Corações (MG), Frutal (MG), Resende (RJ), e, mais recentemente, em Porto Velho (RO). A solução também foi adotada pelo Hospital das Clínicas de São Paulo (uma autarquia do governo), na cidade de São Paulo (SP), e na Central de Abastecimento do Paraná (Ceasa), em Curitiba (PR).

Últimas