1 março 2024

Condenado, mas com emprego; policial que matou vendedor de picolés vai continuar no cargo

Redação Folha do Acre

Date:

O policial penal Alessandro Rosas Lopes, foi condenado a 12 anos de prisão pelo assassinato do vendedor de picolés Gilcimar Silva Honorato. Mas, não vai perder a função pública.

A decisão é da 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditória Militar Alesson Braz. “Ressaltou que mesmo com a condenação superior a quatro anos, a pena pode ser cumprida cumulativamente com as atividades de Policial Penal”, diz um dos trechos da sentença.

Para o magistrado, o réu Alessandro Rosas Lopes pode fazer trabalhos que não dependam do uso de armas no IAPEN na área administrativa.

Foi considerado ainda que é a única condenação criminal de Alessandro Rosas Lopes.

Além disso, o juiz disse não há nos autos informações se foi ou não instaurado procedimento disciplinar no âmbito administrativo. “Existe apenas uma informação vaga, prestada pelo acusado que responde o processo”.

Últimas