20 junho 2024

COP28: “Ninguém queima sua área por querer queimar”, afirma Socorro Neri

Assessoria

Date:

Com a bandeira do desenvolvimento econômico sustentável como um dos pontos fortes de seu mandato, defensora de uma transição climática socialmente justa e que proteja a biodiversidade, a deputada Socorro Neri(PP)vem se destacando na COP 28 por suas colocações fortes e contundentes em relação à questão ambiental e em defesa da Amazônia .”As mudanças climáticas afetam nossa região de forma desigual, impactando sobretudo os mais vulneráveis”, afirma.

Para a deputada, é inaceitável que grande parte dos 29 milhões de habitantes da Amazônia Legal brasileira vivam em situação subumana, “sem saneamento ou condições dignas de sobrevivência”. Socorro Neri alerta que a região vive um desafio complexo, que interliga urgência ambiental e a necessidade de justiça social. “Sem esquecer que a Amazônia confronta-se com a realidade das queimadas agravada por uma seca sem precedentes”, assegura.

Política de financiamento e tecnologia

Neri disse que concorda quando o Governo Federal sustenta que para garantir o desmatamento zero até 2030 é preciso, com a mesma ênfase, trabalhar políticas de redução da pobreza, de financiamento e de tecnologia para novas economias sustentáveis na Amazônia brasileira.

”Ninguém desmata por querer desmatar”, lembrou a deputada ao destacar que, na região, ninguém queima sua área por querer queimar. É fundamental, segundo a deputada, ter tecnologia para evitar queimadas e desmatamentos . ”É preciso que tecnologia e financiamento cheguem aos agricultores familiares da região”, garantiu.
Segundo a parlamentar, é preciso incentivar a manutenção da árvore em pé, e um dos instrumentos para isto é o mercado de carbono, ”que precisa ser regulamentado urgentemente , de forma a garantir transparência ,segurança jurídica e repartição justa de benefícios”.

Últimas