21 fevereiro 2024

Tadeu Hassem denuncia caos na fronteira: Batalhão da PM de Brasileia sem energia e Epitaciolândia sem água

Por Gina Menezes

Date:

O deputado estadual Tadeu Hassem usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) na manhã de terça-feira (21) para denunciar duas situações absurdas nas cidades da fronteira. Tadeu Hassem denunciou que a situação da segurança na cidade de Brasileia tem se tornado um caos já que há meses o Batalhão está com a energia cortada o que afeta inclusive o monitoramento eletrônico da região. A segunda grave situação denunciada por Tadeu é com relação à falta de água na cidade de Epitaciolândia.

O parlamentar pediu soluções para os dois problemas que afetam a população do Alto Acre e frisou seu compromisso com os moradores da região.

Com relação ao corte no fornecimento de energia para o Batalhão, Tadeu Hassem denuncia que o fato tem transformado a segurança pública local em um caos.

“Brasileia por ser uma região de fronteira necessita de um reforço na segurança e isso jamais poderia acontecer. O Batalhão está sem energia há tempos, lá onde fica a central de monitoramento e isso demonstra falta de gerência e competência. Lá está um caos. Chegou ao ponto do comandante local, lá de Brasileia, pedir para os seus soldados levar vela de casa. Situação constrangedora. Lá falta computadores. Também falta água porque a bomba d’água não está funcionando. Está um caos lá no Batalhão”, declarou.

Tadeu Hassem pediu urgentes providências com relação à segurança pública em Brasileia.

“Imagino que o senhor governador não tenha essa informação porque muitas vezes é blindado. Estou aqui para pedir providências. Sou um deputado da base sim, mas antes de qualquer coisa eu devo é satisfação a quem me elegeu, o povo. Faço um apelo ao governador Gladson, pois imagino que ele não tenha essa informação e que assim que souber irá tomar as providências”, declarou.

Caos no abastecimento de água em Epitaciolândia 

Hassem denunciou também na sessão de terça-feira que os moradores de Epitaciolandia estão sofrendo com a falta de distribuição de água por parte da Saneacre. O deputado afirmou que a cidade vive um caos com atraso de até 8 dias na distribuição de água para áreas residenciais, escolas e demais órgãos públicos.

“Epitaciolândia está vivendo uma crise hídrica. Apenas uma vez na semana está chegando água na casa das pessoas, nas escolas, nas creches e isso é uma tragédia anunciada”, declarou.

Tadeu Hassem cobrou da Saneacre um plano de contingência que evite o agravamento da situação da falta de água em Epitaciolândia.

“Não adianta dizer que é por falta de chuvas, pois não é apenas em Epitaciolândia que falta água. Entendo que é falta de compromisso e de responsabilidade. Cadê o plano de contingência? Precisamos de plano de contingência”, frisou.

O parlamentar afirmou que o gabinete dele juntamente com a Câmara de Vereadores de Epitaciolândia irão realizar, nos  próximos dias, uma audiência pública para debater a falta de abastecimento de água no município.

“Precisamos debater a solução e resolver a situação. Uma cidade inteira não pode ficar sem água”, declarou.

Últimas