27 fevereiro 2024

Suspeito de matar motociclista atropelada na BR-364 é preso e denunciado por três crimes

Redação

Date:

Pouco mais de um mês após a morte de Sara Maria dos Santos Moura, de 25 anos, a Polícia Civil de Bujari, no interior do Acre, prendeu o motorista suspeito de atingir e arrastar a jovem por cerca de 30 metros. Ele fugiu sem prestar socorro.

Sara deixou um filho de cinco anos e estava prestes a tomar posse em cargo público na educação estadual. A jovem trabalhava em um posto de gasolina localizado na BR-364 e estava voltando do serviço quando foi atingida.

O delegado Bruno Coelho, responsável pela investigação, denunciou o suspeito por:

homicídio doloso qualificado por meio cruel;
omissão de socorro; e
embriaguez ao volante.
Ao fim das investigações, o delegado pediu a prisão preventiva do motorista, que foi concedida pela Justiça e cumprida nesta quarta.

“A caminhonete invadiu a pista contrária e colidiu de frente com a vítima, a qual veio a óbito no mesmo instante. Nesse passo, o motorista da caminhonete empreendeu fuga sem prestar socorro”, informou a polícia.

Ao g1, o irmão de Sara, Filipe Moura, disse que a família soube da prisão no início da tarde desta quarta. Segundo ele, a família segue à espera de uma punição pelo caso.

“Espero que ele seja julgado, seja condenado e fique longe das ruas. Que ninguém passe pelo que minha família passou, pela perda que tivemos”, afirmou.

G1

Últimas