26 fevereiro 2024

“Homenagear a nossa Academia Acreana de Letras, é cuidarmos da nossa história”, enfatiza Edvaldo Magalhães

Assessoria

Date:

O deputado estadual Edvaldo Magalhães (PCdoB) ressaltou a atuação da Academia Acreana de Letras (AAL), que nesta quinta-feira (23) foi homenageada pela Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), a partir de um requerimento do deputado Luiz Gonzaga (PSDB).

Representando os parlamentares estaduais, Edvaldo Magalhães disse que homenagear a Academia é imortalizar a nossa cultura, a partir dos saberes populares. Para ele, o reconhecimento da Assembleia mostra o cuidado com os fazedores de cultura e com àqueles que registram o nosso cotidiano, seja por meio da poesia, da crônica, ou de narrativas jornalísticas.

“Homenagear a nossa Academia Acreana de Letras, é cuidarmos da nossa história. Um povo que não cuida da sua trajetória, não cuida do seu futuro. Estes integrantes, os que já passaram, e os presentes, com a capacidade de registrar as coisas, registram o nosso jeito de ser no tempo. E garante que o jeito de ser e de conviver da nossa sociedade não deixem de ser reconhecidos ao longo do tempo. Essa homenagem, que parece simples, é importante porque estamos cuidando dos fazedores e registradores da nossa história”, disse Edvaldo Magalhães.

A solenidade reuniu personalidades como a cantora internacional, nascida em Xapuri, Nazaré Pereira, além do desembargador aposentado Pedro Ranzi, o cineasta Adalberto Queiroz, presidente da Academia Acreana Letras, e o presidente da Fundação Elias Mansour, Minoru Kinpara, entre outras personalidades membros da AAL.

Últimas