21 julho 2024

Edvaldo Magalhães volta a falar de problemas na Educação e revela que há uma blindagem para evitar vinda de Aberson Carvalho à Aleac

Assessoria

Date:

 

Em discurso na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) nesta quarta-feira (22) o deputado estadual Edvaldo Magalhães (PCdoB) voltou a falar a respeito da Educação. O parlamentar disse que há uma blindagem por parte da base do governo para que o secretário Aberson Carvalho não compareça à Comissão de Educação da Aleac.

“Já passou da hora, tem uma blindagem interna neste plenário de que não pode questionar o secretário de Educação, não se pode ouvi-lo aqui para que ele possa dar as explicações, vamos expô-lo aqui um pouco mais”, disse.

Edvaldo Magalhães citou, por exemplo, que em Xapuri a mãe de uma criança autista teve que ir para a sala de aula atuar como mediadora, uma vez que não tem este profissional sendo ofertado pela Secretaria de Estado de Educação.

“Em Xapuri, uma mãe de uma criança especial teve que ir para dentro da sala de aula fazer o papel de mediadora para ver se o seu filho permaneça tendo acesso ao ensino. Sabe por que? Porque não convocaram os mediadores todos. Foi feito um concurso simplificado. E o concurso simplificado virou um problema no estado inteiro. Começaram a convocar gente que não fez para mediador, para se transformar em mediador”, revelou.

O parlamentar também comentou a situação da Escola São José, em Cruzeiro do Sul, que está sem professor de Matemática. “Estamos finalizando o mês de novembro e ainda não se lotou professor de Matemática na Escola São José, em Cruzeiro do Sul. Você tem dezenas de professores habilitados, mas não fizeram o processo simplificado para contratar essas pessoas. O nome disso é incompetência. Não estamos falando de algo extraordinário, não. Isso é básico”.

Edvaldo diz estar cansado de tratar das “peripécias, das dificuldades e das irresponsabilidades”, feitas por Aberson Carvalho.

Últimas