17 julho 2024

Cozinha desabando, piso destruído e aulas no escuro; veja o que Jarude encontrou em mais uma fiscalização

Assessoria

Date:

Para conferir de perto mais uma das inúmeras denúncias que tem recebido sobre o descaso do poder público com a educação no Acre, Jarude, junto com sua Caravana da Fiscalização, visitou a escola Ruy Azevedo, localizado no Ramal do Gurgel, na região do Amapá, em Rio Branco.

Ao invés de encontrar o que se espera em uma escola pública que é um espaço minimamente adequado, o que Jarude e equipe encontraram foi um cenário de completo abandono: azulejos quebrados que colocam em risco a integridade física das crianças, quadra sem manutenção, fiação elétrica precária, goteiras, forro desabando na cozinha, desabastecimento de água e muitas outras reclamações por parte dos alunos e servidores. 

“O forro da cozinha cedeu e está desabando, nas laterais, parte já é segura por um filtro da água colocado na parede e sabem o que as merendeiras tiveram que ouvir? Se escutar um estalo, corre. Encontramos salas de aula só com metade da iluminação funcionando, ou às vezes nem isso. A bomba que garante o abastecimento de água quebrou pela terceira vez e em todas elas os professores e a comunidade tiveram que tentar consertar, a quadra com o piso todo destruído deveria servir para divertir e gastar a energia da criançada, mas não, põe riscos pés e joelhos de quem só quer brincar “, lamentou o deputado. 

O local é o semelhante a tantas outras escolas: o funcionamento só é possível pelo esforço e dedicação da comunidade e servidores que tiram do próprio bolso para manter as portas abertas. “O retrato claro do que pensam os barões do governo: para a educação pública, qualquer coisa serve”, disse Jarude.

Últimas