17 julho 2024

Convocada na CPI das Ongs, Marina Silva se irrita com pergunta e causa confusão

Redação

Date:

A polêmica girou em torno do Ipam, que é uma das organizações sob investigação pela CPI por supostos abusos. Em outubro deste ano, a comissão argumentou que 80% das despesas do instituto foram destinadas a consultorias, viagens e parcerias, resultando em “muito dinheiro recebido e nenhum resultado efetivo na Amazônia”

Durante audiência da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das ONGs, realizada nesta segunda-feira (27), a Ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, expressou irritação diante de pergunta do presidente da investigação, o senador Plínio Valério (PSDB-AM), que mencionou o Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam), onde a ministra ocupa o cargo de conselheira honorária.

De maneira histérica, Marina rebateu: “Vossa Excelência quer repetir isso de forma retórica e política. Eu já havia respondido.” Mesmo diante da tentativa de transferir a palavra a outro parlamentar, a ministra se exaltou, continuando a falar para, segundo ela, responder a uma pergunta do relator da CPI, Marcio Bittar (União Brasil-AC), sobre uma doação milionária do Fundo Amazônia a uma ONG que bloqueou obras no Acre.

A polêmica girou em torno do Ipam, que é uma das organizações sob investigação pela CPI por supostos abusos. Em outubro deste ano, a comissão argumentou que 80% das despesas do instituto foram destinadas a consultorias, viagens e parcerias, resultando em “muito dinheiro recebido e nenhum resultado efetivo na Amazônia”, de acordo com as palavras do presidente da CPI, o senador Plínio Valério. [João Pedro Magalhães/ BSM]

Últimas