26 fevereiro 2024

Caminhos do Acre: a variante que virou estrada

Agência de Notícias do Acre

Date:

“Quando chegamos aqui há 40 anos, usávamos o terçado para andar na estrada, por causa do mato. Agora o asfalto tá chegando e isso é bom”.
A afirmação acima, da produtora rural Maria Isabel de Oliveira, diz muito sobre a importância da pavimentação da estrada da variante em Xapuri, sonho dos moradores do município que já soma mais de três décadas de expectativas e que na gestão Gladson Cameli deixou de ser sonho para se tornar realidade.

Natural de Minas Gerais, Maria Isabel não é de muita conversa solta e demonstra, ao falar, um pouco de ceticismo com a obra, fruto de tantos anos de espera. Ela veio para o Acre antes de completar 15 anos e aqui casou com um peão de fazenda, morou em alguns lugares até se fixar nas terras onde mora há 40 anos, a dois quilômetros da Br-317 e, ainda, dentro das terras da Fazenda Paraná.

“Viver aqui é muito bom. Criei meus três filhos aqui. Um é do Corpo de Bombeiros e as gêmeas são da Polícia Civil. Já fui tentar morar pra estrada de Brasileia, mas voltei. Depois que meu marido morreu, raramente saio daqui, mas meu filho vem todo dia”, conta Maria Isabel, lembrando que vive do gado.

“Só saio daqui pro cemitério”, diz Maria Isabel, que sobre o asfalto é mais reticente no falar: “O asfalto é uma ótima coisa e acabou o problema de sair da fazenda, mas eu saio pouco”.

Já para Andreina de Lima Souza, natural de Xapuri e há pouco mais de um ano morando em uma colônia na Variante, onde seu marido é o caseiro, não esconde a alegria com o asfalto na porta de casa. Segundo ela, no inverno, ninguém saia de casa para a cidade, mesmo morando tão perto.

“O asfalto melhorou muito a nossa situação. No inverno a gente só saia de moto e se não tivesse chovido. Agora eu posso ir com frequência à cidade visitar minha família, fazer as compras sem risco de atolar”, conta Andreina, que gosta de morar na Variante por ser “uma área muito tranquila, graças a Deus”.

A obra e seus benefícios

A pavimentação da Variante é uma das obras estratégicas do mandato do governador Gladson Cameli, que firmou compromisso com a comunidade para sua execução.

A nova Variante, mesmo ainda não estando concluída, como se observa pelos depoimentos de moradores, já está transformando a realidade local.

A obra contempla a implantação e a pavimentação de 17,5 quilômetros da Rodovia AC-380, do entroncamento até a BR-317, com um investimento de R$ 24 milhões, fruto de emenda parlamentar do senador Márcio Bittar.

“A pavimentação da variante é uma prova de como a união gera bons frutos. A obra está gerando trabalho e renda e tira do isolamento os moradores da região que sonham com o asfalto há mais de 30 anos” destaca o governador Gladson Cameli.

Últimas