17 julho 2024

Aprovação de PL na Câmara garante implantação do Arco Metropolitano de Rio Branco

Agência de Notícias do Acre

Date:

Com a aprovação do projeto de lei complementar que altera o Plano Diretor de Rio Branco – lei municipal nº 2.222, de 26 de dezembro de 2016, na Câmara Municipal de Vereadores de Rio Branco, nesta segunda-feira, 27, o governo do Acre, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura Hidroviária e Aeroportuária do Acre (Deracre), inicia em breve o projeto de implantação do Arco Metropolitano da capital.

A obra conta com emenda parlamentar do Senador Márcio Bittar, no valor de R$ 38 milhões e Fundo Financeiro do Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata).

O anel viário no entorno da capital deve desafogar o tráfego de caminhões pesados na confluência da BR-364 com a AC-40. Este arco de contorno deve começar da BR-364, indo até a estrada do bairro Custódio Freire.

O governador Gladson Cameli afirmou que, na prática, se amplia, com isso, o perímetro urbano, permitindo que o Deracre inicie mais uma obra fundamental: “Gratidão aos vereadores de Rio Branco e a equipe da Prefeitura, que entenderam a importância dessa obra e aprovaram o projeto. Sigamos nesse trabalho de cuidar das pessoas e investir em grandes obras para o futuro do Acre”, destacou.

“Com a implantação do Arco Metropolitano é esperada a diminuição do trânsito de carretas que passam dentro da cidade. E essa é uma obra que deve melhorar a mobilidade urbana, com esse desvio”, afirmou o presidente do Deracre, Sócrates José Guimarães.

Fonplata

Em operação desde 1977, o Fonplata é um banco de desenvolvimento formado pela Argentina, Bolívia, Brasil, Paraguai e Uruguai e seu principal objetivo é apoiar a integração dos países-membros, mediante operações de crédito e recursos não reembolsáveis do setor público.

Últimas