24 abril 2024

Sessão solene na Aleac marca os 50 anos da Organização das Cooperativas Brasileiras no Acre

Assessoria

Date:

Em cerimônia muito prestigiada na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), marcou o início das atividades comemorativas em alusão aos 50 de atuação da Organização das Cooperativas Brasileiras no Acre (OCB/AC), nesta quinta-feira, 5 de outubro.

A Sessão Solene foi proposta pelo deputado estadual Pedro Longo, presidente da Frente Parlamentar de Apoio ao Cooperativismo na Aleac, e contou com a presença do presidente da OCB Nacional, Márcio Lopes de Freitas, da vice-governadora do Acre, Mailza Assis, do senador Sérgio Petecão, de parlamentares e autoridades federais, estaduais e municipais, dirigentes de cooperativas de diversos municípios, cooperados, colaboradores e parceiros.

O cooperativismo fortalece a geração de emprego e renda, como bem explicou o presidente da OCB Nacional, Márcio Lopes, que ressaltou a meta para o setor até 2027.

“A nossa estratégia é que até 2027 consigamos chegar a 1 trilhão de faturamento. Atualmente temos 30 milhões de brasileiros cooperados, além disso queremos chegar a dois milhões de empregos gerados dentro das cooperativas, essa é a nossa meta principal, estamos trabalhando para isso”, explicou.

O Acre possui mais de 40 mil cooperados e 54 cooperativas ativas e regulares filiadas ao Sistema OCB, atuando nos ramos da Saúde, Crédito, Produção de Bens e Serviços, Transporte, Consumo e Agropecuário, que fomentam o cooperativismo. O presidente da instituição, Valdemiro Rocha, falou sobre as prioridades para o desenvolvimento do cooperativismo.

“Colocamos como prioridade número um fortalecer, fomentar e desenvolver o cooperativismo vinculado à agricultura familiar, que é um cooperativismo que ajuda as pessoas do meio rural, aquelas pessoas mais necessitadas. Nosso foco é levar o cooperativismo de maneira muito forte para pessoas que mais precisam, como os extrativistas e comunidades indígenas”, disse.

Apoio ao cooperativismo

Durante a cerimônia foi apresentada mensagem em vídeo do Presidente Nacional da Frente Parlamentar do Cooperativismo (Frencoop), deputado federal Arnaldo Jardim, que saudou os presentes e parabenizou as cooperativas pela atuação.

“Saúdo a todos vocês que nessa sessão solene homenageiam o cooperativismo. Queremos abraçar as cooperativas que temos constituído no Acre, que distribuem renda e criam oportunidades. Parabéns, confio em vocês dirigindo e fortalecendo o cooperativismo.”, disse.

Atuando em diversos municípios do país, a Frencoop trabalha para assegurar os direitos legislativos das cooperativas, o deputado estadual e presidente da Frencoop no Acre, Pedro Longo, propositor da Sessão Solene, destacou durante a ocasião a importância da OCB Acre como instrumento de organização do cooperativismo.

“Estamos completando 50 anos da OCB Acre, que tem feito um trabalho muito expressivo no sentido da organização nos mais diversos segmentos da área do cooperativismo e os 25 anos do Sescoop, que é o sistema de aprendizado vinculado ao cooperativismo nacional, contamos com a presença do presidente nacional da OCB, Marcio Lopes e com cooperativas de todo Estado”, afirmou.

Presente na ocasião, representando a OCB Rondônia, o presidente Salariel Rodrigues destacou sobre a força do cooperativismo e sua diferença na atuação.

“O cooperativismo é um modelo ideal de organização que se diferencia por ser social, ele não tem tamanho para ter apoio, está ao lado dos pequenos, médios e grandes, por isso que o lema é Juntos Somos Mais Fortes”, afirmou.

Entusiasta e apoiador de primeira ordem do cooperativismo, o senador Sérgio Petecão prestigiou a Sessão Solene. Em seu momento de fala, o parlamentar enfatizou a força e perspectiva de avanço do cooperativismo.

“O trabalho do cooperativismo no nosso Estado já avançou muito, mas existe um campo para avançar e desenvolver muito mais. Então eu fiz questão de estar aqui hoje para dizer que acredito nisso. Sou muito grato por esse benefício ter chegado às pessoas mais carentes do meu Estado. E espero, se Deus quiser, fazer do meu mandato um instrumento para estar fortalecendo esse movimento que cada dia cresce no meu estado”, explicou.

Cooperativismo impulsiona o crescimento econômico e social do país

O Anuário do Cooperativismo aponta que o setor gerou mais de 524 mil empregos diretos em todo o país em 2022, o que demonstra o grande avanço na geração de emprego e renda e a contribuição do coop para o desenvolvimento econômico e social do Brasil. Na Aleac, a vice-governadora do Acre, Mailza Assis enfatizou a grandeza do cooperativismo para o crescimento econômico e social.

“O cooperativismo tem uma importância muito grande para o desenvolvimento econômico e social do Estado, é uma forma que você beneficia o pequeno, onde todo mundo tem a oportunidade, onde todo mundo ganha e o nosso estado que tem um pequeno território mas tem uma terra rica, uma terra produtiva e estamos bem divididos em pequenos produtores, o cooperativismo é a saída que precisamos, é o movimento que a gente precisa fazer”, disse.

Através de vídeo apresentado durante a sessão solene, o Senador Alan Rick reafirmou seu apoio ao cooperativismo acreano e parabenizou a OCB pelos 50 anos.

“Reafirmo meu apoio aos mais de 40 mil cooperados que tem contribuído com a economia do nosso Estado, fortalecido o setor produtivo e dado suporte aos produtores rurais, parabenizo a nossa Organização das Cooperativas Brasileiras pelos 50 anos de atuação”, falou.

Programação

Ainda como parte da programação em alusão aos 50 anos da OCB Acre e dos 25 anos do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop), acontece nesta quinta-feira, em Rio Branco o Encontro com Dirigentes de Cooperativas do Acre, que vai reunir representantes de cooperativas de diversos municípios, no Buffet Afa Jardim e ainda visita técnica à agroindústria da Cooperativa Central de Comercialização dos Extrativistas do Acre (Cooperacre), localizada na BR 364 – Distrito Industrial, em Rio Branco, que terão a oportunidade de conhecer o processo de armazenamento e beneficiamento da castanha do Brasil, e também a obra da indústria de frutas da cooperativa, investimento estimado em mais de R$ 40 milhões, que será inaugurada em 2024.

Últimas