23 fevereiro 2024

Mais de 30 presos se desligam de facções e se convertem a Jesus em presídio no Acre

Redação

Date:

O trabalho religioso implementado nos pavilhões do presídio Evaristo de Moraes, em Sena Madureira, vem rendendo bons frutos ao longo dos anos. Dezenas de reeducandos que integravam as facções criminosas decidiram trilhar um novo caminho a partir da pregação da palavra de Deus feita por líderes religiosos.

Na semana passada, 31 apenados gravaram vídeos anunciando oficialmente o desligamento do crime. A gravação do vídeo é um dos requisitos para que a decisão seja aceita entre os demais membros das organizações. “Esse trabalho visa resgatar os apenados e proporcionar uma nova chance de reinserção à sociedade. Felizmente, muitos reeducandos estão tendo essa compreensão e buscam, a partir dessas decisões, um novo modelo de vida se desvinculando do crime”, comentou Jair Silva, diretor do presídio de Sena Madureira.

“Tomei uma grande decisão na minha vida. A palavra de Deus diz: “E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Estou deixando o mundo do crime para fazer uma nova caminhada com Jesus Cristo”, comentou o reeducando Josué.

“Estou me desligando do crime para seguir uma nova vida com Jesus Cristo. Quero me afastar dessa vida que só trouxe sofrimento para mim e para a minha família”, destacou o apenado Orlando Júnior.

Os vídeos foram gravados com o acompanhamento dos pastores Júnior Braga, Toim Apolinário, Zé da Benção e Francisco Adevaldo. “Gratidão a Deus por estarmos aqui levando a sua palavra que transforma vidas. Esse momento é muito importante para todos nós”, salientou o pastor Júnior Braga.

De acordo com ele, além desses 31, outros 25 vídeos deverão ser gravados nos próximos dias.

ContilNet

Últimas