14 julho 2024

Fibromialgia: atendimento no SUS é vitória dos pacientes brasileiros, garante Socorro Neri

Assessoria

Date:

A deputada Socorro Neri(PP) contribuiu para a aprovação do projeto de lei(PL) da deputada Érika Kokay que obriga o Sistema Único de Saúde(SUS)a oferecer tratamento para pessoas com síndrome de Fibromialgia ou fadiga crônica. Para a deputada, trata-se de uma proposta absolutamente essencial que em pouco tempo irá para sanção presidencial -dada a sua importância- para garantir qualidade de vida aos que sofrem com essa dor crônica, “e agora podem contar com um procedimento completo e gratuito em todo o país”.

A fibromialgia, lembrou a deputada, é uma doença que não tem cura e que causa dores crônicas no corpo. Segundo os especialistas, o mal não possui causa definida. O paciente tem dificuldade em produzir hormônios e neurotransmissores relacionados ao alívio da dor, ”o que impacta profundamente na qualidade de vida da pessoa acometida”, enfatizou a parlamentar.

O Acre na dianteira

Felizmente no Acre,destacou Neri,os pacientes diagnosticados com fibromialgia já contam com obrigatoriedade do atendimento prioritário e têm os direitos resguardados de uma pessoa com deficiência. “Isto é o que diz a legislação estadual , sancionada pelo governador Gladson Cameli. Agora, com a aprovação de lei federal, os benefícios se estendem para todo o Brasil”, salienta a parlamentar.

Tratamento

Os tratamentos para a fibromialgia são: atividade física, alguns antidepressivos, alguns anticonvulsivantes e ansiolíticos.De acordo com a deputada, a proposta aprovada na Câmara dos Deputados “é uma conquista do nosso atendimento médico e ,sobretudo, dos pacientes que sofrem com esse mal”.

Últimas