16 julho 2024

Vereador é acusado de agredir mulher grávida após ter mandato cassado no Bujari

Redação Folha do Acre

Date:

O vereador do Bujari, Gilvan Souza (PCdoB), foi acusado de agredir Jaqueline Sales, esposa do presidente da Câmara de Bujari, James Mourão, que está gravida de dois meses.

A confusão ocorreu na noite de terça-feira (19) após a Câmara de Bujari decidir cassar o mandato de Gilson após ele ameaçar agredir a colega vereadora Eliane Abreu (PP).

“Entrei na minha sala, na presidência, e minha esposa entrou comigo. Aí eu creio que nesse exato momento ele passou e minha esposa saiu para falar com alguém, aí eu ouvi ele xingando ela e aí eu não me contive e fui para cima dele”, disse presidente da Câmara ao site A Gazeta do Acre.

O caso foi parar na delegacia. James e sua esposa foram registrar boletim de ocorrência contra Gilson.

“Esse homem é uma pessoa tão covarde, que gosta muito de mexer com mulher, pois quando fui para cima dele, ele correu. Ele é louco, é descontrolado”, afirmou o presidente da Câmara.

Durante a confusão, Jaqueline teve o braço machucado e alega ter sido por Gilvan. De acordo com o Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (Cedim), o parlamentar está foragido e teria contado com apoio para fugir.

Últimas