23 fevereiro 2024

Secretário de Saúde quer exoneração de João Paulo, mas governo segura presidente da Fundhacre

Coluna da Gina

Date:

Não abre mão

Informações de dentro da Sesacre, de pessoas próximas ao secretário de Saúde, Pedro Pascoal, dão conta que o moço não abre mão de que João Paulo Silva seja exonerado da presidência da Fundação Hospitalar.

João Paulo é forte

Por outro lado, um assessor do governador afirmou que é melhor Pedro Pascoal esquecer esse intento. “JP é forte”, frisou.

Sem segredos

Na Casa Civil não é mais segredo para ninguém que o secretário Pedro Pascoal quer João Paulo exonerado. Os comentários correm soltos sobre esse assunto e se tornou mais forte nos últimos dias.

Complicado

Complicado esse sanha do secretário de Saúde contra João Paulo Silva. João Paulo vem demonstrando excelentes resultados na direção da Fundhacre, com números formidáveis e um trato político exemplar com todos.

Colaborou

Para além disso, ao contrário de Pedro Pascoal que nem no Acre morava mais, João Paulo foi braço forte na campanha de reeleição do governador Gladson Cameli. Ele tem peso político.

Só quer paz

Outro sim, João Paulo já recusou outrora ser secretário de Saúde. O rapaz só quer continuar o trabalho dele em paz. Nada mais que isso.

Coelho e o PSD

Carlos Coelho, vice-presidente da executiva estadual do PSD e um dos melhores quadros do partido, cansou de ser difamado em redes sociais e grupos de WhatsApp do PSD e anunciou na noite de terça-feira (26) que entregaria o cargo.

Voltou atrás

Coelho voltou atrás após anunciar entrega do cargo. A mensagem foi enviada por Coelho em um dos grupos de WhatsApp com membros, mas Coelho já explicou que continua no cargo de vice-presidente da sigla.

Desabafo

A mensagem de desabafo de Coelho onde ameaçou deixar o cargo aconteceu depois da confusão criada por Marfisa Galvão que ensaiou deixar o partido, mas até hoje também não apresentou a carta de desfiliação.

Não quer problemas

“Não estou deixando o cargo. Estou deixando a oportunidade para os meus críticos no partido desenvolverem as atividades políticas para o crescimento do PSD. Não sou e não vou ser o protagonista. Todos podem contribuir”, disse Coelho à Folha do Acre.

‘Fogo amigo’

A coluna apurou que Coelho vem sendo vítima de ‘fogo amigo’ dentro do PSD.

Lamentável

Lamentável essa briga de egos, pois quem perde é o partido. Coelho é preparado e entende a articulação política como poucos.

Bom dia a todos

Últimas