21 maio 2024

Seca: abaixo de 2 metros há mais de 40 dias, Rio Acre é a única fonte de abastecimento de água na capital

Redação

Date:

Com o Rio Acre há 40 dias abaixo de 2 metros em Rio Branco, pelo menos 17 mil pessoas já são afetadas pelo desabastecimento de água. A estimativa é da Defesa Civil Municipal, responsável pela Operação Estiagem, que já atendeu 4 mil famílias em 27 comunidades nas zonas urbana e rural da capital acreana. Porém, segundo o coordenador Coronel Cláudio Falcão, o número pode ser ainda maior.

Altas temperaturas e a seca do rio acabam dificultando o abastecimento de água em bairros da zona urbana, mas mais ainda na zona rural de Rio Branco, onde a água potável tem sido levado, desde julho deste ano. Isso porque o abastecimento da capital depende exclusivamente do Rio Acre.

“Se o Rio Acre baixar muito, tem que pensar em outra ação, porque ele é a única fonte de água para Rio Branco. Hoje não tem Plano B. Nós estamos já fechando um convênio com o Ufac e UnB para que a gente faça um estudo de solo. A gente não pode depender somente do Rio Acre. Se depois desse estudo, ficar constatado que não tem água no solo de Rio Branco, vamos ter que pensar num outro plano para poder acumular água para poder usar no verão. A priori, o Rio Acre está dando conta. Ainda não é um problema grave, é um problema mediano, que a gente só tem que se preocupar com mais motores e mais bombas potentes”, afirmou Enoque Pereira, diretor-presidente do Serviço de Água e Esgoto de Rio Branco (Saerb).

O Rio Acre chegou, nesta sexta-feira (29), a 1,43 metro. Questionado sobre a possibilidade de um racionamento de água em meio à estiagem que persiste, Pereira destacou que essa medida depende diretamente do comportamento do Rio Acre nos próximos meses.

G1

Últimas