18 abril 2024

Desempregada e com filho especial, mulher pede ajuda para comprar medicamentos de R$ 1,2 mil

Por Wanglézio Braga, do Acre News

Date:

Desempregada há dois anos e com filho especial, Ketelene Moraes, de 37 anos, recorreu ao AcreNews para um pedido de ajuda. Ela necessita com urgência de comprar medicamentos que não são distribuídos na rede do Sistema Único de Saúde (SUS). Ela trata de problemas no coração, diabetes tipo 3 e obesidade mórbida.

Morais vive com a família numa casa localizada no bairro Floresta Sul, na periferia de Rio Branco. Vive de ajuda dos amigos, dos vizinhos e da sua mãe. Ela tem dois filhos, uma criança de 11 anos e um filho que é especial. Esse último recebe benefício, porém, o dinheiro é usado para comprar medicamentos e alimentação.

De acordo com Ketelene, ela não tem como pagar medicamentos e exames complementares solicitados pelo seu médico. Entre os medicamentos que faz uso é da insulina Ozempic 1 MG. Nas farmácias da cidade o medicamento não sai por menos de R$ 1 mil reais. Outro remédio é o Jardiance 25mg indicado para o tratamento do diabetes mellitus tipo 2. Esse último deve ser contínuo. No comércio local, a caixa custa entre R$ 200 a R$ 300 reais.

“Todos os medicamentos foram prescritos por médicos da Fundhacre, inclusive eu tenho um laudo que atesta que estou proibida de trabalhar porque o meu problema no coração é de alto risco. Estou desesperada, precisa de qualquer ajuda. Infelizmente os remédios que preciso não tem na rede pública, inclusive já entrei com um pedido na justiça, por meio da Defensoria Pública, mas até agora nada aconteceu”, relatou.

Ketelene relatou à nossa reportagem que precisa cumprir com uma dieta específica, com alimentação especial para que o remédio que toma para diminuir o peso possa fazer efeito desejável. “Por isso, aceito de bom coração ajuda com cestas básicas e agradeço muito todas as pessoas que possam me ajudar”, concluiu.

Para ajudar Ketelene os interessados podem entrar em contato através do número 68 9204-3407. Quem deseja transferir sua colaboração via PIX, a chave é o mesmo número de contato.

Últimas