25 maio 2024

Após acidente, assessor do governo está internado com grave infecção: “Pedimos oração”

Redação Folha do Acre

Date:

O comunicador independente e servidor público, Diego Lins, conhecido como “Repórter Beijoqueiro”, está enfrentando um drama internado em uma das enfermarias do pronto-socorro de Rio Branco.

Diego sofreu um acidente de moto no dia 19 de agosto e, após passar por cirurgia, vem enfrentando uma grave infecção.

Lins é um comunicador independente que é muito querido pela imprensa e pelos membros do Executivo, incluindo o governador Gladson Cameli.

Um dos familiares de Diego conta que ele sofre muitas dores e febres de até 40°. O familiares diz ainda que Diego precisou tomar morfina para controlar a dor.

“Após o acidente ele começou a ter constipação contínua e dores fortes pelo corpo ao ponto de não conseguir dormir, dores que não passavam com tramal e nem mesmo morfina. Ela estava com suspeita de aneurimas, mas após exames foi constatada uma infecção. Desde o dia 16 de setembro segue internado sem apresentar melhoras e o corpo cada vez mais debilitado. Pedimos apoio por meio de orações e que os meios humanos possam ser disponibilizados”, disse.

Confira a publicação do familiar:

O repórter beijoqueiro.

Como está?

O Diego, que por volta do dia 19 de agosto sofreu um acidente de moto, está agora no Pronto Socorro de Rio Branco, leito 316, no 3° andar.

Onde foi internado dia 14, devido a uma grave infecção adquirida após o acidente.
Mas o que ocorreu?

Resumo:

No dia 19 de agosto, no sábado, Diego sofreu um acidente de moto, onde foi conduzido ao P.S e em seguida, após alguns exames, foi liberado para casa.
Na segunda, dia 21, retornou ao Pronto Socorro, onde no dia 23 fez cirurgia na clavícula em decorrência do acidente, no dia 25 teve alta. Todavia, aí começou uma jornada amarga.

Após chegar em casa, o Diego começou a ter uma constipação continua e dores fortes pelo corpo, ao ponto de não conseguir dormir, dores que não passavam com tramal e nem mesmo com morfina, sendo que toda vez que retornava ao médico era dito que era trauma do acidente, sendo que no dia 16 de setembro após ir mais uma vez a Upa, além da constipação, dores e mais de 15 dias sem conseguir dormir, Diego começou a apresentar total desorientação, foi quando um médico da Upa do 2° Distrito, encaminhou Diego com urgência para o Pronto Socorro com suspeita de aneurisma.
Após chegar lá ficou na observação e foi, em seguida, encaminhado para a enfermaria 316.

Foi então constatado que se tratava, na verdade, de uma infecção.

Sendo que desde o dia 16 ele segue internado, tendo dores e febre constante, continuando com febre, constipação e sem conseguir dormir, sem um médico que acompanhe seu caso de perto, as febres ficam cada vez mais constantes e fortes, sem apresentar melhoras e o corpo cada vez mais debilitado, mal conseguindo ficar sentado.

E o mais absurdo, ontem um médico plantonista chegou a dar alta do Diego, dizendo que ele poderia seguir o tratamento em casa, sendo que as dores e febres, de 40 graus, só pioram sem conseguir dormir, com uma grave constipação e agora, também com desidratação.

Colocamos aqui a situação do Diego, para pedir apoio, por meio das orações e que os meios humanos possam ser disponibilizados, com mais seriedade, para que a vida do Diego, que é tão jovem e pai de um garoto de 9 anos, não se perca por falta de uma atitude mais séria.

Últimas