21 fevereiro 2024

Quase 44% dos acreanos seguem com “nome sujo” por causa de dívidas

Redação Folha do Acre

Date:

A renegociação de dívidas cresceu 21% entre junho e julho no Acre. Em junho, 10.020 consumidores inadimplentes procuraram a Serasa para limpar o nome e, no mês seguinte, o número subiu para 12.125 usuários.

Os dados constam do Mapa da Inadimplência e Renegociação de Dívidas, um produto da Serasa Experian.

A inadimplência é o não pagamento de uma conta ou dívida. Assim, o consumidor inadimplente é aquele que está com uma dívida em aberto. No Acre, apesar da derrocada do número de devedores, 43,58% da população adulta está endividada.

Os dados do levantamento realizado pela Serasa em julho de 2023 indicam uma queda no número de inadimplentes no Brasil, pelo segundo mês consecutivo. Com 71,41 milhões de brasileiros em situação de inadimplência em julho, a redução foi de 34 mil em relação ao mês anterior.

As faixas etárias com as maiores fatias da população com nome restrito são de 41 a 60 anos, representando 35,0%, e 26 a 40 anos, correspondendo a 34,6% do total de inadimplentes. A faixa etária acima de 60 anos representa 18,3%.

O Serasa Limpa Nome disponibiliza o serviço de ofertas de negociação de dívidas com condições especiais. No período, o total de descontos concedidos na plataforma chegou a R$ 8,89 bilhões. O valor médio de cada acordo ficou em R$ 903,80.

Informações Ac24horas

Últimas