29 maio 2024

Polícia prende advogado e figuras conhecidas do agronegócio no Acre

Redação

Date:

 

A Polícia Civil do Acre (PCAC), deflagrou na manhã desta sexta-feira, 10, uma grande operação denominada “Boi de Ouro” contra o furto de gado (abigeato) no estado, em que resultou em 40 ordens judiciais, sendo: prisões, mandados de buscas e sequestros de bens.

Durante a incursão policial, foram presas 15 pessoas, além de ser apreendidos: dois carros e três caminhões, duas motocicletas, seis celulares, uma arma de fogo, três carregadores e 53 munições.

As primeiras notícias do fato criminoso foram registradas nas delegacias de Senador Guiomard e Acrelândia. A investigação durou cerca de um ano e meio, coordenada por dois delegados e envolveu cerca de 100 agentes de polícia civil na operação de hoje em seis cidades do Acre.

Dentre os presos está um advogado que coordenava parte do grupo criminoso e possuía um caminhão que transportava parte do gado furtado. Várias pessoas influentes, como pecuaristas e empresários que atuavam primordialmente na região do Caquetá, local em que faz divisa com o Amazonas são alvos da operação.

As investigações são desenvolvidas por etapas. Nessa primeira o foco foi identificar os alvos. Nesse momento os presos estão sendo interrogados nas delegacias, e posteriormente serão apresentados ao Poder Judiciário.

Últimas