sexta-feira, agosto 19, 2022
21.3 C
Rio Branco
sexta-feira 19 agosto 2022

Quarta onda: Rio Branco tem aumento de 916% nos casos de covid-19

POR Redação

O Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da capital emitiu um alerta, na última terça-feira, 28, aos profissionais de saúde e à população, quanto à manutenção das medidas de prevenção e atualização dos esquemas vacinais contra a covid-19. O motivo é o aumento súbito de casos, que chegou ao índice de 916%, em Rio Branco, na última semana, com 183 casos contra 18 na semana anterior.

Conforme a Secretaria Municipal de Saúde da capital, a recomendação visa evitar o aumento de casos e/ou surtos, além de internações por covid-19. O alerta indica, ainda, que, nesta semana, a cidade mantém o nível de aumento, considerando que, em apenas dois dias, de 26 a 27 de junho, foram registrados 74 casos positivos, com destaque para pequenos surtos em escolas públicas e privadas.

Cabe ressaltar que, na capital, todas as URAPS estarão realizando testagem para o diagnóstico da Covid-19 em livre demanda. Nesta semana, a Unidade de Referência em Atenção Primária (URAP) Maria Barroso, localizada na Avenida Sobral, nº 1.781, bairro Aryton Senna, voltou a ser a unidade de referência no município de Rio Branco, ao atendimento dos casos da COVID-19, a partir do dia 29 de junho, com funcionamento de segunda a sábado, das 7h às 18h.

Medidas preventivas ainda são importantes
Diante do cenário epidemiológico atual e com objetivo de reduzir a transmissão da doença, a Semsa recomenda o uso de máscaras em locais fechados, em aglomerações e, especialmente, em ambientes escolares.

As mesmas medidas são defendidas pelo governo do Estado, que alertou, recentemente, que, embora o uso de máscaras no Acre seja facultativo, tanto em locais fechados quanto abertos – exceto unidades de saúde, locais onde a obrigatoriedade continua, o governo do Acre continua recomendando o uso de máscaras em locais fechados, além da continuidade e manutenção de outras medidas de prevenção já conhecidas da população, como o distanciamento social, higienização das mãos, limpeza e desinfecção de ambientes, entre outros.

O governo também negou a retomada da obrigatoriedade do uso de máscaras, por enquanto, mas disse que a Saúde Estadual está atenta ao cenário epidemiológico atual e segue monitorando a evolução de casos. Desde março deste ano, o Pacto Acre sem Covid-19 não divulga a classificação de risco, devido ao enfraquecimento da pandemia, sobretudo, o governo reafirmou que, se o número de casos continuar crescendo, uma nova classificação de risco pode ser adotada.

Com informações A Gazeta do Acre

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img