quarta-feira, junho 29, 2022
27.3 C
Rio Branco
quarta-feira 29 junho 2022

Prefeitura de Rio Branco lança Campanha de Combate ao Trabalho Infantil

POR Assessoria

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), promoveu na tarde desta segunda-feira, 13, no auditório do Ministério Público (MPAC), o lançamento da Campanha de Combate ao Trabalho Infantil.

O evento contou com a participação do procurador Igor Gonçalves, representante do Ministério Público do Trabalho, da juíza de Direito Integrada da Coordenadoria da Infância e juventude do Tribunal de Justiça (TJAC), Isabele Sacramento, da mobilizadora do Núcleo de Cidadania e Adolescentes da capital acreana (Nuca), Henrefany Costa, de entidades
ligadas ao setor social, e do público em geral.

” No domingo, 12 de junho, foi comemorado o Dia Nacional e Mundial de Combate ao Trabalho Infantil. É de extrema importância que todos possam combater essa ação ilegal, tanto o poder público, como a sociedade, de um modo geral. De acordo com dados do IBGE, atualmente, 1,8 milhão de crianças e adolescentes estão nesta situação, no Brasil. Essa é uma chaga social”, frisou Igor Gonçalves.

Francisco Bezerra, secretário em exercício da SASDH, disse que a responsabilidade sobre essa problemática é de todos.

“Essa é uma questão nacional, até internacional. É fundamental que possamos combater o trabalho infantil, que tem como foco a desagregação familiar, a pobreza e a drogadição. Muitas crianças são exploradas pelos pais, que pegam o dinheiro que as crianças conseguem arrecadar para comprar drogas. Porém, temos que observar alguns pontos. Uma coisa é a exploração do trabalho infantil, a outra é os pais ensinarem eles a trabalhar, a serem cidadãos”, salientou Bezerra.

Liriel Silva, estagiária na (SASDH), há
oito meses, comentou que o trabalho infantil tem que ser combatido oferecendo oportunidades. ” É muito importante colocar em pauta essa questão. Além de oferecer educação, o poder público também tem que ofertar oportunidade aos jovens. Uma delas é a profissionalização, que pode acontecer dentro do ambiente escolar. Isso seria uma direcionado a uma profissão”, concluiu a jovem.

Com informações A Gazeta do Acre

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img