domingo, maio 22, 2022
32.3 C
Rio Branco
domingo 22 maio 2022

Assassinatos caem em grande parte do Acre, mas só em Brasiléia cresceram 300% em março

POR Ac24horas

As mortes violentas intencionais caíram na maioria dos municípios do Acre em comparação a igual período de 2021, mas cresceram em Brasiléia, onde os assassinatos aumentaram 300%; Cruzeiro do Sul (50%); Marechal Thaumaturgo (100%) e Bujari (100%).

Rio Branco apresentou redução de 50%, segundo o informativo do Observatório de Análise Criminal do Ministério Público do Acre. No geral, as MVIs caíram 28,6%. No 1º trimestre de 2022, a capital concentrou 49% do total de MVIs ocorridas no Estado.

A taxa de MVI por grupo de 100 mil habitantes, mostra que o Acre, que vinha se mantendo até 2015 abaixo da taxa nacional, apresentou em 2016 e 2017 crescimentos expressivos que resultaram em taxas sem precedentes históricos. Especificamente em 2017, o Acre teve a segunda maior taxa dentre os Estados brasileiros. Em três anos (2015 a 2017), o aumento na taxa foi de 142%.

“Contudo, a partir do ano de 2018, a taxa de MVI por grupo de 100 mil habitantes no Acre começou a apresentar redução, resultado que se repetiu nos anos subsequentes. Nos últimos três anos (2019 a 2021) a taxa de MVI apresentou redução de 56%, comparada à taxa do ano de 2018”, diz o Observatório.

Visando reduzir esses índices, o sistema de segurança pública realiza uma intensa ação no Alto Acre.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img