domingo, maio 22, 2022
30.3 C
Rio Branco
domingo 22 maio 2022

Guerra de secretários: acordo secreto e depois desfeito é exposto por Pedro Resende

POR Gina Menezes

O delegado Pedro Resende, presidente da Associação dos Delegados do Acre, afirmou que havia um acordo prévio selado entre o presidente da Assembleia Legislativa do Acre, Nicolau Júnior, e o secretário da Casa Civil, Rômulo Grandidier, para a concessão de 15% de verbas indenizatórias e que o acordo foi vetado pelo secretário de Planejamento, Ricardo Brandão.

Sem meias palavras, Resende revelou um “racha” entre os secretários. Enquanto Grandidier sinalizou positivamente para os delegados por intermédio de Nicolau Júnior (PP), Ricardo Brandão brecou o plano.

Outra revelação feita é de que Nicolau Júnior teria ido pessoalmente à casa de Pedro Resende e em nome do governador prometido a concessão dos 15% em cima do valor do salário. O acordo, segundo o delegado, passou por Rômulo Grandidier, então secretário da Casa Civil.

A reportagem entrou em contato com Ricardo Brandão que afirmou que esta pauta do reajuste não depende dele. Ele disse ainda que a discussão de culpá-lo pelo suposto não aos delegados seria uma tentativa de polemizar entre as categorias.

“Acredito que querem requentar a discussão de eventual discórdia entre policiais civis e policiais militares”, diz.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img