Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Política

Pais e médicos denunciam na Aleac falta de rémedios e tratamentos a pacientes com câncer

Anderson Bodanese

Publicado

on

Um grupo formados por pais, médicos e outros servidores do Hospital do Câncer do Acre (Unacon) procuraram a Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) para denunciar a falta de medicamentos e aparelhos essenciais para tratamento na unidades hospitalar que atender pacientes acreanos com câncer.

De acordo com o deputado e médico Jenilson Leite o grupo buscou a Aleac, pois estão preocupados com a atual situação do Hospital do Câncer. Leite afirma que os pais e médicos procuraram os deputados para denunciar que os tratamento como radioterapia, quimioterapia e outros exames não estão mais sendo realizados.

“Houve um período que os pacientes com câncer eram tratados no Acre como radioterapia e quimioterapia, mas há cerca de um dois anos estes tratamentos deixaram de ser realizado no estado. Isso é preocupante e por isso os pais e médicos procuraram a comissão da Aleac”, diz.

Jenilson conta ainda que gestores da Unacon se comprometeram a fazer com que o aparelho de radioterapia volte a funcionar.

“Os gestores se comprometeram a fazer o aparelho de radioterapia funcionar e questionamos por que não estão adquirindo remédios quimioterápicos através do decreto de estado de calamidade assinado pelo governador e disseramq que estão providenciano a compra do medicamento e vão tentar resolver a questão das cirurgias”, concluiu.

A médica Valéria Paiva denunciou que em alguns casos os familiares que têm condições financeiras compram os medicamentos para dar proseguimento ao tratamento dos pacientes.

“Uma criança de 4 anos que tem leucemia chegou e teve dificuldade de exames, mas tem exames que precisam pagar. No caso dela a família conseguiu pagar o exame fora, mas tem muitos casos que a família não consegue pagar”, diz.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas