Tião perde mais uma na Aleac e deputados derrubam projeto de terceirização da saúde

0
Governador Tião Viana

Após horas de debates e bate-boca, os deputados da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) reprovaram hoje (14) a criação do projeto de Lei n°008/2018 de autoria do governo de Tião Viana (PT) que pretendia terceirizar as unidades de Saúde do Pronto Socorro e Unidades de Pronto Atendimento (UPA’s) por meio de Organização Social (OS).

O relator da matéria foi o deputado Daniel Zen (PT) que é líder do governo na Casa. Ao justificar a aprovação da matéria, Zen disse que o Hospital de Cruzeiro do Sul seria uma referência na saúde acreana, ele disse também que apoia o Sistema Único de Saúde (SUS) e que é um dos “melhores sistemas do mundo”.

Para os deputados de oposição e até mesmo da base de sustentação como Jenílson Leite (PCdoB), o momento não é propício para isso. “Só para reafirmar que hoje estou votando contra a minha base e não sentirei peso na consciência algum por isso”, disse.

Já o deputado Nelson Sales (PSDB) configurou o projeto de terceirização como eleitoreiro. “É um projeto eleitoreiro. Não tenho dúvidas disso”, classificou.

Após as discussões, a votação foi nominal a pedido do deputado Nelson Sales. Três deputados estavam ausentes na Casa de Leis: Jonas Lima (PT), Eber Machado (PSDC) e Jesus Sérgio (PDT).

Já durante a votação, dois deputados do bloco de oposição estavam fora do plenário Nicolau Júnior (PP) e Whendy Lima (PP) e chegaram em cima da hora, mesmo assim puderem expressar seus votos. A chegada dos dois parlamentares foi aplaudida dentro e fora do plenário. Nas galerias, os servidores que acompanharam a votação aplaudiram a iniciativa dos dois. Fato esse que causou discussões acaloradas entre a base de situação e oposição dentro o plenário.

O deputado Daniel Zen solicitou anulação da votação junto à Mesa Diretora, pelo deputado Ney Amorim (PT), porém, o pedido foi negado. No total, o projeto de Tião Viana foi rejeitado por 11 votos contrários e 10 favoráveis.

Comentários

comentários