Sinhasique é desligada de programa na Rádio Gazeta FM por criticar governo do Acre, diz colunista

0
Sinhasique não apresentará mais programa Toque Retoque

Medo

Conversei ontem com o vereador de Tarauacá pelo PT, Antônio da Silva Araújo, o “Príncipe”, que afirmou que os moradores daquela cidade estão alarmados com o aumento da violência na região.

Violência

A verdade é que Tarauacá parece estar ocupando o lugar de Sena Madureira como um município sanguinário. Só se vê notícias de assassinatos para aquelas bandas. Esperamos que as autoridades tomem providências a esse respeito.

Triste

Infelizmente essa onda de violência tem atingido todos os municípios, independente de localização geográfica.

Eliana Sinhasique

A deputada Eliane Sinhasique (PMDB) tem razão ao dizer que a Assessoria Especial da Juventude do Acre, conduzida por Weverton Mathias, não desenvolveu e nem desenvolve qualquer tipo de política pública real e útil para a juventude acreana. Aliás, nem sabia que essa pasta ainda existia.

Custa caro

Mas mesmo a gente não se dando conta de que existe essa tal Assessoria Especial da Juventude, mas ela existe, tão grande é a apatia de seus condutores, ela segue onerando o Estado com gordos salários pagos a seus supostos servidores.

Sinhasique demitida

Eliane Sinhasique, locutora desde que se entende por gente e que de vez em quando desempenha outras funções, como atualmente a de parlamentar, foi desligada da rádio A Gazeta FM onde apresentava o famoso programa Toque e Retoque.

Melhor assim

Esta coluna soube por fontes fiéis que a direção da rádio foi a mais habilidosa que pode ao comunicar Sinhasique que ela não precisava mais voltar para apresentar o programa, mas nem mesmo com todo jeitinho do mundo amortece uma “porrada” dessas. Ser convidada a se retirar é sempre terrível.

Desconfortável

A verdade é que Sinhasique apresentando o programa, usando toda sua popularidade como radialista para criticar o governo, deixava a direção da rádio em situação desconfortável.

Seminário

Será realizado durante toda a sexta-feira (30) a segunda parte do seminário “O Poder Legislativo e os Desafios da Administração Pública”, promovido pela Assembleia Legislativa do Acre e a Associação de Câmaras do Acre.

Jorge Viana, o ausente

Durante a abertura do semináro na quinta-feira (29), que contou com a presença de deputados estaduais, federais e senador Sérgio Petecão (PSD), a ausência mais notada foi do senador Jorge Viana.

Explicou

Antes que a ausência do senador petista Jorge Viana virasse motivo para picuinha política, o presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), Ney Amorim (PT), tratou de explicar que Viana estava comprometido com uma outra agenda em Brasília.

Representado

Aliás, a assessoria de Jorge Viana compareceu ao evento e circulou nas rodinhas de conversas onde foi tratado de tudo um pouco e, obviamente, sobre as eleições 2018.

Eles são bons

Uma nota sobre Jorge Viana: Ele é bem assessorado. Gildo Cesar, Cacá, Marcos Vinicius e Arão Prado são competentes e habilidosos.

Bom final de semana a todos

Comentários

comentários