PSL de Bolsonaro se nega a apoiar candidatos de esquerda e abre espaço para Petecão ou Bittar

0

A direção regional do Partido Social Liberal (PSL) afirmou através de nota que não cogita apoiar um candidato de esquerda para a disputa ao Senado, deixando assim o espaço aberto para os candidatos da oposição Márcio Bittar (MDB) e Sérgio Petecão (PSD).

A nota assinada pelo presidente regional Pedro Valério serve para dissipar as dúvidas a respeito do caminho que o partido tomará nas eleições 2018. A nota começa reafirmando que o pré-candidato ao governo será Ulysses Araújo e o pré-candidato a senador pela sigla será Pedro Pedrazza.

“Quanto a escolha do pré-candidato a segunda vaga ao cargo de senador da República, essa recairá obrigatoriamente por um dos candidatos da oposição, excluindo qualquer possibilidade de compor com a situação ou a esquerda”, diz.

Confira o restante da nota:

“Ainda não há definição da escolha do segundo nome a ser apoiado, uma vez que o partido não realizou as discussões internas, nas quais será definido o nome a ser apoiado pra segunda vaga ao Senado. Todavia, a definição ocorrerá até a data de convenção, ou seja, entre 20 de julho até 5 de agosto. Por último, salienta ser indispensável o apoio incondicional de todos na busca do sucesso do nosso projeto de mudança e reconstrução do Acre e Brasil”.

Comentários

comentários