‘O único interesse ao qual me curvo é o público’, diz Socorro após aprovação de reforma que demite comissionados

0
Prefeita Socorro Neri

A prefeita de Rio Branco, Socorro Neri, usou o Facebook, na tarde de terça-feira (4), para comemorar a aprovação do Projeto de Lei (PL) que o Executivo enviou à Câmara de Vereadores propondo uma reforma administrativa que inclui exonerações de 132 cargos comissionados e secretarias.

Após travar queda de braço nos bastidores da política com líderes comunitários, o Projeto de Lei foi aprovado pelos vereadores de Rio Branco por unanimidade. Após ser informada da decisão da Câmara, socorro afirmou que o único interesse ao qual se curva é o público.

“O único interesse ao qual me curvo é o público. É no interesse público que estou fazendo a reforma administrativa, nesse momento aprovada por unanimidade pelos vereadores. Vamos focar, ainda mais, a aplicação dos parcos recursos do Município em ações para a comunidade, que tem muitos problemas carecendo de solução”, diz.

O PL que inclui a extinção da Secretaria de Articulaçao Comunitária (SEMCAS) e demissão de cargos comissionados, foi objeto de crítica dos presidentes de bairros que estiveram na Câmara de Vereadores por volta das 11:40 horas para apelar aos vereadores que não votassem no projeto. Mesmo com apelo dos líderes comunitários, alguns que, inclusive, serão exonerados de cargos municipais, os 12 vereadores presentes aprovaram a reforma administrativa.

Em defesa da aprovação da reforma, o líder do prefeito na Câmara, Eduardo Farias, afirmou que aprovação é pelo bem da saúde financeira do Município.

“O propósito dessa reforma é se adequar a essa nova realidade financeira e priorizar setores essenciais como saúde, educação, infraestrutura e transporte público”, disse o líder da prefeita, vereador Eduardo Farias (PCdoB).

A reforma administrativa prevê a extinção de 12 órgãos entre secretarias, secretarias-adjuntas, subsecretarias e subchefias. Além disso, ela também deve extinguir 132 cargos comissionados e de secretários.

Vereadores aprovam projeto que demite cargos comissionados e extingue secretarias

Comentários

comentários