“O que o Bittar fez é normal, o que não é normal é bandido gravar e vazar o áudio”, diz Vagner Sales

0

O ex-prefeito de Cruzeiro do Sul e uma das lideranças veteranas do PMDB, Vagner Sales, concedeu entrevista por telefone à Folha do Acre na manhã deste sábado (27) e desmentiu que esteja em um acordo com o PT.

Sales reafirmou apoio ao candidato ao Senado pelo PMDB, Márcio Bittar, acusado de estar destroçando a oposição após vazamento de áudio polêmico onde critica aliados.

A respeito do acordo secreto para “desacelerar” em Cruzeiro do Sul durante a campanha de Gladson Cameli (PP) para beneficiar Marcus Alexandre, Vagner negou e frisou que o PT continua sendo seu adversário histórico. “Sempre foram meus adversários, meu candidato é Gladson”, diz.

Com relação à defesa pela manutenção da candidatura de Márcio Bittar mesmo em detrimento da unidade da oposição, Vagner justifica Bittar, afirma que as polêmicas declarações são normais em reuniões políticas e chama de bandido quem vazou o áudio.

“O Márcio não fez nada demais, não cometeu crime algum. Isso que o Márcio Bittar disse é completamente normal, o que não é normal são bandidos gravarem e usarem isso contra as pessoas”, diz.

Comentários

comentários