No stand do Acre, na Rondônia Rural Show, governador fomenta negócios com Estados Unidos, Israel e China

0

O Acre participa de 22 a 25 de junho da Rondônia Rural Show, em Ji-Paraná (RO), da maior feira de agronegócios da região Norte. E durante todo o evento, o Estado conta com um stand privilegiado no Centro Tecnológico Vandeci Rack, palco principalmente de rodadas de negócios e apresentação de projetos para o público presente na feira.

Só na manhã de quarta-feira, 22, o governador Gladson Cameli recebeu no local a visita de empresários vindos dos Estados Unidos e Israel, interessados em negócios de exportação em campos como o extrativista e de proteína animal.

Os representantes estadunidenses vieram acompanhados de Marcelo Tomé, presidente da Federação das Indústrias de Rondônia (Fiero). Eles apresentaram ao governador um projeto de base tecnológica que desenvolveu um portal de negócios para aprimorar o caminho de parcerias entre o Brasil e a China, tanto para compradores, quanto para vendedores.

“É uma solução que faz uso da tecnologia, para estreitar os laços entre o Brasil e a China, permitindo tanto acesso ao mercado consumidor chinês, quanto produtores de insumos, com total garantia financeira, de transporte e questões alfandegárias. Uma solução completa, que pode se beneficiar principalmente do caminho para o Pacífico, que passa pelo Acre”, conta Tomé.

Já os empresários de Israel vieram acompanhados de Alisangela Lima, gerente de fomento ao comércio exterior da Superintendência de Desenvolvimento de Rondônia. Ela explica que a visita foi para saudar o governador pela honra que é tê-lo no evento e compartilhar as experiências de Rondônia com países como EUA, Israel, Egito, Bolívia e Peru que compram muita carne dos produtores locais, desde bovina, a piscicultura.

“Essa aproximação é importante entre governo e importadores porque eles começam a descobrir a nossa região. O Norte pra eles é uma nova fronteira no Brasil e se não nos mostrarmos, será muito difícil chegar sozinho. O Estado então toma essa iniciativa de trazê-los para fomentar o comércio exterior. Queremos ir pro mundo e o Acre vai junto”, explica Alisangela.

O governador Gladson Cameli ficou bastante entusiasmado com as visitas, trocando contatos e convidando todos para agendas no Acre junto ao secretário de Produção e Agronegócio, Paulo Wadt, e o secretário de Indústria, Ciência e Tecnologia (Seict), Anderson Abreu.

“Estamos abertos a todas as possibilidades de negócio que tragam desenvolvimento ao Acre, principalmente no setor produtivo. Queremos reduzir a burocracia para que esses laços e parcerias sejam feitas e minha equipe de governo está pronta para discutir estratégias e projetos”, destacou o governador.

A Rondônia Rural Show é uma feira exclusivamente de negócios. Só em 2018, ela movimentou R$ 533 milhões, com expectativa de R$ 700 milhões este ano. Cerca de 500 expositores entre empresários e órgãos públicos estão presentes, numa expectativa de público que supere os 80 mil visitantes do ano passado.

Ascom

Comentários

comentários