‘Nada altera na disputa pela Mesa Diretora, pois Eros Asfury não me obriga a nada’, diz Railson Correia

0
Vereador Railson Correia

O vereador Railson Correia, em entrevista à Folha do Acre, afirmou nesta quinta-feira (7) que o presidente estadual do Podemos, Eros Asfury, não tem moral para tirá-lo da base de apoio à prefeita de Rio Branco, Socorro Neri, e que nada mudou no desenho para a escolha da nova Mesa Diretora da Câmara, onde ele concorre ao cargo de primeiro-secretário.

Railson Correia, que é presidente da executiva municipal do Podemos, afirmou que mesmo respeitando Eros Asfury não concorda com a forma que ele agiu após ser exonerado do cargo de diretor pela prefeita Socorro Neri.

“Isso dele me obrigar não tem nada a ver. Eu não sou infiel, fui eleito pela base, pela Frente Popular, e continuo com a minha coerência. Ele que tem que resolver os problemas dele com a prefeita sem prejudicar o projeto inteiro. Eu continuo candidato e nada mudou com relação à eleição da Mesa”, diz.

Railson Correia disputa o cargo de primeiro-secretário em uma composição onde traz como presidente da Mesa Diretora, o petista Antônio Morais.

Segundo vereadores da base de apoio da prefeita, esta chapa que tem Railson no segundo cargo mais importante da casa legislativa recebeu o aval de Socorro Neri.

Comentários

comentários