Misturado com petistas, presidente nacional do PSOL vem ao Acre e ataca Bolsonaro

0

O presidente nacional do PSOL, Juliano Medeiros, chegou ao Acre para um ato de filiação de 300 novos membros do partido em Rio Branco.

O presidente aproveitou o ato na capital acreana para reforça a luta em oposição ao governo de Jair Bolsonaro. Ao falar sobre as queimadas e desmatamento da Amazônia, Juliano criticou duramente Bolsonaro, a quem acusou de “incentivador de crimes ambientais”.

“O governo Bolsonaro é um governo omisso que não respeita o meio ambiente. É um governo que estimula os crimes ambientais. É importante estamos aqui no Acre hoje para lutarmos contra isso”, diz.

Comentários

comentários