Dívida herdada por Gladson do governo de Tião Viana ultrapassa R$ 100 milhões

0

A secretaria de Fazenda ainda não conseguiu levantar todos os dados, mas, o pouco que conseguiu já descobriu que a divida deixada pelo governo Tião Viana, ultrapassa os R$ 100 milhões. Quando pagou apenas a metade do décimo terceiro salário para 30 mil servidores Viana deixou para o próximo governo R$ 50 milhões em débito com os trabalhadores, dívida que Gladson Cameli diz que vai honrar e pagar os funcionários prejudicados, só não disse quando.

Tem ainda o débito com fornecedores e serviços terceirizados que nos primeiros levantamentos ultrapassam R$ 50 milhões. Até os fogos de artifícios usados na festa da passagem de ano de 2017 para 2018, não foram pagos, por exemplo.

Para poder trabalhar o governo autorizou licitações em caráter de urgência para que a secretaria de Saúde e pudesse comprar medicamentos, equipamentos e insumos e para que as viaturas policiais pudessem sair do pátio foi autorizada compra urgente de combustível.

As empresas que pretendem manter contratos com o Estado vão ter que renegociar os valores. A ordem é economizar e quem não aceitar sentar e baixar preços vai ter o contrato cancelado.

Com informações da Tribuna

Comentários

comentários