Deputado denuncia que Jordão tem apenas um policial civil e criminosos deixam de ser presos

0

O deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) denunciou na sessão desta quarta-feira (20) na Assembleia Legislativa do Acre que o município do Jordão tem apenas 1 agente da Polícia Civil lotado na delegacia local, impossibilitando que pessoas sejam detidas na delegacia haja vista que não haveria quem cuidasse dos presos quando encerra o expediente do único agente.

Ao citar que um banco postal foi alvo de assalto na última terça-feira (19), ele disse que a cidade não dispõe de forças policiais suficientes. Edvaldo afirmou que há um desacordo entre Polícia Militar e Civil.

“Quando a Polícia Militar prende não tem como a Polícia Civil manter na delegacia porque tem apenas um agente e como ele iria garantir a segurança do preso quando encerrasse seu expediente?”, questiona.

Edvaldo finalizou ao cobrar do governo que resolva a questão da segurança pública naquele município.

Comentários

comentários