Após ser listado em esquema de corrupção, Tião Viana chama revista Veja de “canalha e mentirosa”

0

O ex-governador do Acre, Tião Viana (PT), não ficou calado diante da divulgação do seu nome em uma coluna política divulgada pela revista Veja nesta quarta-feira (14). A Coluna Radar, assinada pelo jornalista Robson Bonni, publicou que Antonio Palocci revelou durante sua delação repasses milionários, na forma de doações oficiais e via caixa dois, para os petistas Fernando Pimentel e Tião Viana, que governaram Minas Gerais e o Acre, respectivamente.

Segundo a coluna, Palocci afirmou que Viana teria recebido R$ 2 milhões de reais da Odebrecht para ser usado na campanha em 2010, sendo 1,5 milhão por meio de caixa dois.

Diante da divulgação do seu nome da coluna, Viana usou o Twitter para afimar aque a revista está apenas requentando um assunto antigo. Ele afirma que já foi inocentado no caso e chama a revista de “canalha”.

“Uma vez canalha, sempre canalha. É o caso da revista Veja. Covardemente coloca meu nome numa matéria decomposta putrefeita e já apurada pelo STJ, onde fui absolvido por unanimidade e o processo devidamente arquivado”, diz Viana.

Comentários

comentários