Após 2 meses presos, prefeitos de Plácido, Bujari e Santa Rosa são liberados pela Justiça

0

A Justiça acreana concedeu liberdade aos prefeitos de Bujari, Tonheiro, Plácido de Castro, Roney Firmino, e Santa Rosa, Rivelino Mota, que estavam presos desde setembro deste ano por envolvimento fraude em licitações.

Os prefeitos foram presos durante a segunda fase da Operação Labor, da Polícia Federal, que investiga fraude em licitações e desvio de dinheiro público.

LEIA MAIS: Prefeitos de Plácido, Santa Rosa e Bujari são presos pela PF por desvio de recursos

As prisões foram baseadas em delações de empresários que participaram das fraudes em licitações.

No dia da prisão, delegados da PF concederam entrevista à imprensa em comunicaram que os desvios dos cofres públicos chegaram a R4 2 milhões, e que o rombo poderia ser ainda maior.

A investigação da PF, de acordo com o inquérito, descobriu que o prefeito de Plácido de Castro, Roney Firmino, foi o primeiro a iniciar a operação fraudulenta.

Comentários

comentários