Aleac institui Dia da Cultura Ayahuasqueira no calendário do estado

0

A comunidade ayahuasqueira do Acre está prestes a alcançar uma conquista significativa. No próximo dia 9, quinta-feira, às 10h, a Assembleia Legislativa (Aleac) institui, em solenidade, o Dia da Cultura Ayahuasqueira no calendário do Estado.

O requerimento partiu do deputado estadual Luiz Gonzaga (PSDB) a partir de demanda da Câmara Temática das Culturas Ayahuasqueiras de Rio Branco, que compõe o Conselho Municipal de Política Cultural (CMPC), sendo apresentada na Assembleia, por meio da mesa diretora, pelo presidente, Ney Amorim.

Após aprovação, o projeto foi sancionado – Lei n° 3399, no dia 30 de julho, pelo governador Tião Viana. A data fixada para a comemoração, 24 de novembro, foi escolhida em referência à Carta de Princípios para o Uso da Ayahuasca, assinada, em Rio Branco, por diversas entidades ayahuasqueiras, em 1991.

Para a comunidade ayahuasqueira, a instituição dessa data no calendário estadual visa valorizar um conjunto de manifestações culturais e espirituais genuinamente acreanas, já que se trata de uso ancestral entre os povos indígenas da região.

Atualmente, os benefícios medicinais, psíquicos e sociais obtidos mediante o uso responsável da ayahuasca, tradicionalmente observados nas comunidades ayahuasqueiras, já vêm sendo objeto de estudo de cientistas do mundo todo.

OUTRAS HOMENAGENS

A solenidade também homenageará três ayahuasqueiros em destaque. O jornalista e escritor Edson Lodi receberá o título de Cidadão Benemérito, e o cantor Marcos Lessa e a líder espiritual Francisca Gabriel, de Cidadãos Acreanos. A Câmara Temática de Culturas Ayahuasqueiras, por sua vez, receberá Moção de Aplauso.

A Câmara Temática reúne representantes dos três principais troncos urbanos que fazem uso religioso da ayahuasca, seguidores dos mestres Raimundo Irineu Serra, fundador da doutrina do Daime; Daniel Pereira de Matos, fundador da Casa de Jesus-Fonte de Luz, de onde se originaram as Barquinhas; e também de José Gabriel da Costa, fundador União do Vegetal. Nessa inciativa, a Câmara uniu esforços com representantes da Assessoria Estadual de Povos Indígenas, uma vez que o uso da bebida é tradicional entre diversas etnias.

Comentários

comentários