Agenda de Sergio Moro no Acre é destaque na Veja desta semana

Reportagem que especula possível candidatura do ministro da Justiça à sucessão presidencial vai às bancas na próxima terça-feira, 4, e já está disponível na versão online

0
Moro ao lado do governdor Gladson em frente ao Palácio Rio Branco/Foto: Juan Dias

Na tarde do último dia 18 de novembro, quando surgiu na esplanada do Palácio Rio Branco ao lado do governador Gladson Cameli e do vice-governador, Major Rocha, o ministro da Justiça, Sergio Moro, foi recebido pelas pessoas que o aguardavam para vê-lo como se um pop-star fosse.

E o que era para ser a entrega de 127 novas viaturas às forças de segurança tornou-se pauta para a imprensa nacional, mais precisamente para a revista Veja.

Ao ouvir gritos uníssonos de ‘Ôh Moro, cadê você? Eu vim aqui só pra te ver!’, o ministro prontamente correspondeu indo até os manifestantes. E disparou em seguida: “Agradeço a acolhida, a hospitalidade e a simpatia do povo do Acre, que nos indica que estamos no caminho certo”.

Esses gestos de Moro, que estariam acontecendo em todas as agendas dele pelo Brasil, agora são interpretados pela revista Veja que ele paulatinamente está formando o que a própria revista classifica de uma “construção diária de uma nova persona”, de um candidato a presidente nas próximas eleições de 2022.

Veja, que vai às bancas a partir da próxima terça-feira, 4, e já está disponível a assinantes na versão online, traz reportagem da jornalista Laryssa Borges com o título ‘Um político em construção’, recheada de fotos do ministro nas agendas no Acre, para reforçar essa ideia.

Em parte do texto, a revista aborda que “o ministro garante que não é candidato nas próximas eleições e diz que jamais disputaria a preferência do eleitorado com o presidente Jair Bolsonaro, mas é inegável que está cada vez mais parecido com um político – em todos os sentidos”.

E mais adiante, dispara: “Desde agosto, Moro tem uma espécie de consultoria informal de imagem” (…) “Além disso, aproximou-se de caciques do Podemos que sonham com ele na sucessão presidencial”.

Uma imagem do repórter fotográfico independente Juan Diaz, que mostra Moro ao lado de Gladson, foi escolhida pela publicação para ilustrar parte do material. Em outra foto, Moro aparece num ginásio de Cruzeiro do Sul. E até uma foto com o assessor mais conhecido do senador Sergio Petecão, o Montana Jack, estampa o conteúdo.

Secom

Comentários

comentários