“A CPI da Emurb é necessária contra a impunidade”, diz vereador ao comemorar abertura de investigação

0

O vereador de Rio Branco, João Marcos Luz, usou as redes sociais para comemorar a aprovação do requerimento de abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar indícios de corrupção dentro de Empresa Municipal de Urbanização de Rio Branco (Emurb).

“Requerimento aprovado. Agora é hora de montar a comissão que vai investigar a gestão e os contratos da EMURB. A cidade está dentro de buracos e investigar é próprio do Legislativo, aliás, deveria ter o apoio do Executivo, mas, na maioria das vezes não tem. Li hoje no jornal que a Excelentíssima Senhora Prefeita disse que não tem nada a esconder e que não vai atrapalhar a Câmara Municipal a fazer o seu trabalho, boa notícia, até porque, nós parlamentares, principalmente os da oposição, não aceitaríamos nenhuma interferência. As denúncias são notórias na mídia e os indícios de crimes também, portanto, a CPI da EMURB é necessária contra a impunidade”, escreveu João Marcos.

A prefeita de Rio Branco comentou com a imprensa sobre a abertura da CPI para investigar possível fraude em licitações e, consequentemente, prejuízo ao erário público.

“Fico muito tranquila a qualquer fiscalização que possa ocorrer na Emurb. Eu tenho convicção da honestidade dos dirigentes e eu tenho acompanhado de acordo com a minha atribuição de gestora maior do Município, o trabalho realizado pela Emurb”.

Socorro diz que a CPI pode causar tumulto à Emurb: “Apenas lamento que uma situação de comissão especial de inquérito que possa ser instalada para averiguar de 2015 a 2019 vá, sem dúvida alguma, causar tumulto à empresa, causar trabalho extra à equipe de forma desnecessária. Eu apenas observo que uma movimentação desse tipo dentro da Emurb hoje, é desnecessária pois o que a empresa precisa mesmo é de tranquilidade para trabalhar pela cidade”, concluiu.

Comentários

comentários