PF prende advogados acreanos que atuavam como mensageiros do Comando Vermelho, diz delegado

0
Delegado da PF falam sobre as prisões na Operação Troia/Foto: Folha do Acre

Uma operação da Polícia Federal (PF) nesta quarta-feira (17) prendeu 20 pessoas e cumpriu 38 mandados de busca e apreensão, incluindo dois escritórios de advocacia acusados de ‘prestar serviços’ ao crime organizado.

O delegado da Polícia Federal Fares Feghali, chefe da Delegacia de Repressão a Drogas, afirmou durante entrevista coletiva que os dois advogados presos durante a operação atuavam como mensageiros do Comando Vermelho no Acre.

“Nós sabemos a importância da advogacia e a nobreza da profissão. A função desses advogados que eram na verdade criminosos era levar recados e possibilitar conversas entre membros da facção que estavam no Regime Disciplinar Diferenciado. Isso possibilitava a comunicação do grupo e a atuação deles, desde ataques, julgamento sobre a vida e morte de outros membros, sobre a vida e morte de rivais. E nós vamos continuar o combate de todos esses que se valem da profissão da advocacia para ajudar as facções criminosas”, afirmou o delegado.

Comentários

comentários