Morador registra a movimentada Baixada da Sobral deserta após toque de recolher e medo de facções

0

Um morador da Baixada da Sobral registrou, no momento em que seguia para sua casa, à noite, um verdadeiro deserto na Estrada da Sobral, uma das mais movimentadas da capital do Acre, Rio Branco. No local transitam milhares de pessoas por dia, já que a região acomoda cerca de 90 mil habitantes.

Mas o medo da guerra entre facções criminosas impediu que essas pessoas deixassem suas casas na noite de segunda-feira (20). O registro do morador foi feito horas após circular nas redes sociais um comunicado atribuído a uma facção criminosa dando conta da determinação de um toque de recolher na capital acreana.

O subcomandante da Polícia Militar do Acre, coronel Ricardo Brandão, negou a veracidade da mensagem atribuída à facção. O militar garantiu que o comunicado era falso e que a segurança dos rio-branquenses estaria garantida pelas forças policiais. Mas mesmo com afirmação do coronel, os moradores de Rio Branco se trancaram em suas casas e evitaram sair às ruas.

Há relatos de trabalhadores do setor lojista que muitas lojas de roupas e outros produtos fecharam as portas mais cedo no centro de Rio Branco e liberaram seus funcionários antes do horário normal do fim do expediente.

Comentários

comentários