Homem é morto pela PM após tentar invadir casa no Esperança e se armar com barra de ferro

0

Um homem indentificado pelo nome de José Herivam Lima de Sousa, de 47 anos, foi morto com um tiro durante ação da Polícia Militar do Acre na Rua da Paz, bairro Nova Esperança, em Rio Branco, na noite de sábado (9). José foi atingido no abdomen e morreu no local.

De acordo com informações da PM, uma guarnição foi acionada para atender a ocorrência onde o suspeito estaria usando da força para arrombar e invadir uma residência no bairro. A dona da casa acionou os policiais.

Ainda segundo a polícia, ao perceber a presença da guarnição, José tentou fugir pulando o murro de uma residência vizinha. Os militares cercaram o suspeito. Ao ser encurralado e receber voz de prisão, José teria se armado com uma barra de ferro e reagido a prisão, segundo relatos dos miliares. Um dos policiais atirou contra o suspeito que não resistiu e morreu antes da chegada do socorro médico.

Uma viatura do Samu ainda foi acionada, mas ao chegar ao local José já estava morto. A perícia foi ao local e o corpo encaminhado ao IML de Rio Branco.

Segundo informações da dona da casa, que não quis ter o nome revelado, ela estava com os filhos dentro de casa quando o suspeito tentou entrar. Ela afirma que segurou a porta para o homem não entrar e o filho mais velho acionou a polícia.

Segurança Pública se posiciona

Na manhã deste domingo (10), a assessoria da Secretaria de Segurança Pública do Acre divulgou nota sobre o caso. A assessoria afirma que os policiais agiram em legítima defesa após o suspeito se armar com “um objeto não identificado inicialmente”.

“José Erivan surgiu no meio do escuro, com um objeto até então, não identificado na mão, avançando em cima de um policial na tentativa de feri-lo. Não sabendo do que se tratava e diante da própria defesa da vida, o militar acabou por efetuar um único disparo que atingiu o homem no tórax. Só então depois com o uso da lanterna, descobriram que o que estava na mão do agente, se tratava de uma barra de ferro”, diz trecho da nota.

Comentários

comentários