Guerra entre facções: Acre registra 10 mortos e 18 feridos nos últimos 4 dias

0
Homem é assassinado no bairro Bela Vista, em Rio Branco/Foto: Folha do Acre

Um total de 10 mortes e 18 pessoas feridas foi o resultado deixado dos confrontos entre facções Comando Vermelho e Bonde dos 13 nos últimos 4 dias no estado do Acre. Os crimes aconteceram no município de Assis Brasil e Rio Branco.

As últimas ocorrências foram registradas na noite desta segunda-feira (2) durante um tiroteio em um bar na rua do Canal, no bairro Ivete Vargas em Rio Branco, dois homens não identificados em uma motocicleta chegaram e efetuaram vários disparos. Um homem identificado como Márcio da Costa Gomes, 39 anos, e Francisco de Assis, 40 anos, e André Albuquerque da Silva, 39 anos, foram feridos a tiros; Márcio não resistiu aos ferimentos e morreu no caminho do hospital e foi levado pela própria ambulância ao Instituto Médico Legal (IML) e Francisco morreu na madrugada desta terça-feira (3) no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb). André Albuquerque da Silva, 39 anos ainda continua internado no pronto socorro.

Quatro pessoas foram mortas em Assis Brasil

Pela manhã da segunda-feira, duas pessoas foram mortas e três ficaram feridas por disparos de arma de fogo durante o jogo da Seleção Brasileira. Os crimes ocorreram nos bairros Nova Esperança, Novo Horizonte, Conquista e Mocinha Magalhães, em Rio Branco.

A primeira situação aconteceu na rua 7 de setembro no bairro Nova Esperança, Antônio Jacson Almeida e Lucas Vitor Pereira Gonzaga estavam trafegando em uma motocicleta na rua, quando foram perseguidos por dois homens não identificados em uma moto. As vítimas ao perceberem pararam a moto em frente ao Coqueiros Bar na tentativa de fugir, mas foram feridos a tiros. Os acusados fugiram do local.

Uma ambulância do Samu foi acionada e conduziu Antonio e Lucas ao pronto socorro de Rio Branco. Depois de 1 hora e 30 minutos, Antônio não resistiu aos ferimentos e morreu. Já seu amigo Lucas pegou um tiro de raspão no rosto e já foi liberado do hospital.

A segunda morte aconteceu na rua Paraty no bairro Novo Horizonte, um homem identificado por Jonatas Clark, mais conhecido por “Da Lua”, foi morto com um tiro no pescoço, ele seria um dos envolvidos na morte do Cabo Alexsandro Aparecido dos Santos de 36 anos, morto durante uma abordagem policial no dia 15 de agosto de 2016 no bairro Novo Horizonte.

Homens foram executados durante jogo do Brasil

Segundo informações de amigos, Jonatas teria chegado em casa e estava assando uma carne no quintal, ele teria comprado três armas de brinquedo teria colocado água e saiu para brincar com as crianças. No instante que ele saiu de casa até a esquina, dois homens não identificados em uma motocicleta se aproximaram e efetuaram 5 tiros contra Jonatas, que mesmo ferido conseguiu chegar em sua casa e caiu na sala dizendo que amava sua esposa e morreu. Segundo o perito Sergio, Clark foi atingido com um tiro no pescoço.

A terceira ocorrência ainda na manhã de segunda-feira, foi na frente do Horto Florestal no bairro Conquista, Raimundo Dias Almeida 19 anos, segundo a polícia membro da faccao do CV, foi baleado com um tiro na mão. Dois homens em uma moto passaram e efetuaram vários tiros contra a vítima. Raimundo foi conduzido ao pronto socorro em estado de saúde estável.

Por fim, um homem que não teve sua identidade revelada foi ferido com um tiro na perna no bairro Mocinha Magalhães, também por dois homens em uma motocicleta. A vítima foi encaminhada ao hospital pelo Samu em situação estável.

Na noite de Domingo 1º de julho, 4 pessoas foram executadas e cinco ficaram gravemente feridas. Um grupo de criminosos invadiram uma casa no conjunto Bela Vista, na cidade de Assis Brasil, os feridos foram levados ao hospital local, e em seguida foram transferidos ao Pronto Socorro do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb).

Durante 4 dias, 18 pessoas ficaram feridas por arma de fogo

No sábado dia 30 de junho, a Polícia identificou o corpo do homem, parcialmente carbonizado, que foi encontrado na BR -364, sentido Porto Velho (RO), na altura do KM 14, bairro Liberdade, no Ramal da Seringueira, a vítima foi identificada como Josuel Ferreira da Silva, 32 anos. De acordo com os peritos Josuel foi esfaqueado mais de 100 vezes, os golpes de faca acertaram a região do tórax, pescoço e rosto.

Comentários

comentários