Garoto acreano esquartejado pela mãe teve o pênis amputado e recebeu vagina improvisada

0

Mais um capítulo tenebroso envolvendo o assassinato do pequeno Rhuan Maycon da Silva, acreano de 9 anos morto pela mãe no Distrito Federal. Há cerca de um ano ele teve o pênis decepado pela própria mãe. A informação foi repassada à imprensa do Distrito Federal pela polícia local que investiga o assassinato do garoto acontecido no dia 31 de maio.

LEIA MAIS:

Acreanas matam, degolam e esquartejam filho de 9 anos

Ao obter a confissão da mãe da criança, ao qual revelou que o garoto sempre quis ser menina e que, no lugar do pênis, ganhou uma versão de vagina rudimentar, feita pelas mãos de sua mãe e da mulher que a ajudaria em seu assassinato. Suspeita-se que a mãe da criança, Rosângela Auri da Silva Cândido, que não possui nenhum tipo de conhecimento de procedimentos cirúrgicos, tenha recorrido a internet em busca de informações para o procedimento que fez ela própria no filho.

A mulher confessou ter utilizado, para a mudança de sexo da criança, materiais rudimentares, numa tentativa de cirurgia de mudança de sexo. Após cirurgia de emasculação do órgão sexual ainda em formação, as mulheres costuraram a região mutilada e improvisaram uma versão de um órgão genital feminino.

Acreanas estão presas

As mulheres não revelaram como trataram o garoto a partir do procedimento e suas possíveis consequências, como infecções e dores. A criança não frequentava a escola fazia pelo menos dois anos, além de sofrer maus tratos constantes.

Comentários

comentários